primícias poéticas: corações siameses

primícias poéticas


segunda-feira, maio 12, 2008

corações siameses

um afeto nos grudou
desde o dia do começo:
só contigo sei quem sou;
sem ti, não me reconheço.

da lapela de octavio roggiero neto às 12:48 AM

4 Comentários
Blogger Pedro Pan disse:

, é bonito o amor assim. cumplicidade do começo sem fim.
, abraços meus.

7:33 AM  
Anonymous silent girl. disse:

incrivel ler algo assim
no dia em que comecei a voltar a acreditar
no fim.

10:43 PM  
Blogger Jacinta disse:

Bonito o seu jeito de expressar seus versos. E nesse, em especial, o reconhecer-se nos afetos...é lindo.
Um abraço

10:50 PM  
Blogger Remo Saraiva disse:

Bonito isso...

Abs,
REMO SARAIVA.

PS: Tô de volta após longo inverno!!

4:58 PM  

Postar um comentário

<< Home