primícias poéticas

primícias poéticas


sábado, junho 19, 2010


Poema a espera que virou prelúdio, do livro primícias poéticas, ilustrado pela artista plástica Iara Abreu e apresentado na quinta edição da Exposição Aspectos Urbanos (2009), em Minas Gerais.

da lapela de octavio roggiero neto às 6:55 PM | 3 poetas-leitores


sábado, maio 01, 2010

prato do dia



hoje o prato do dia
é cortesia da casa
um coração em brasa
que nos delicia
é prato feito
todo feito de alegria
um pacto perfeito
impacto da poesia no peito
e daí pra mão
pra multidão
um gesto doce
como se fosse a um irmão
.
sempre no ponto
pronta pra servir
em qualquer lugar
qualquer ocasião
cortesia, o prato feito
todo feito pra sorrir
aquele sorrisão

vingança não
esta não sacia
refeição fria
comida fora de hora
e quanto mais se come
mais a fome piora
mais nos esvazia
posto que sem nutriente
desgosto putrescente
repelente
sentimento nem de bicho
gesto indigesto, indigente
larga mão,
lança longe da gente
joga fora no lixo
que isso é mixo
alimento estragado
deixa de estômago virado
todo o âmago, amargurado
enjoado
tudo azeda
quando se requenta
é tiro e queda
dá uma azia violenta
depois agüenta

hoje o prato do dia
é cortesia da casa
um coração em brasa
que nos delicia

(sal pro mundo insosso
mundo faminto, pele e osso)

dia e noite, noite e dia,
sorriso no rosto
com gosto, sirvo e aceito
o saboroso prato feito
todo feito de alegria:
cortesia

porque só o amor nos sacia!
.
.
Prêmios recebidos pelo poema prato do dia:

II Prêmio Literário Canon de Poesia - 2009
Canon do Brasil Ind. e Com. Ltda, Fábrica de Livros e Grupo Editorial Scortecci.
Distinção conferida: Participação em antologia.

VI Prêmio Barueri de Literatura – 2009 – Barueri/SP
Prefeitura Municipal de Barueri/SP
Biblioteca Pública, Secretaria de Cultura e Turismo, Clube de Leitura
2º lugar Poesia – categoria autores não residentes
Distinções conferidas: Troféu e participação em antologia.
.
Prêmio Cataratas de Contos e Poesia 2010
Fundação Cultural de Foz do Iguaçu - Paraná
2º lugar – Categoria Poesias
Distinção conferida: R$700,00 (setecentos Reais) e certificado de participação.

da lapela de octavio roggiero neto às 12:02 AM | 13 poetas-leitores


sábado, abril 17, 2010

Traço a traço, a Poesia sob o prisma das Artes Plásticas


Poema dechover, do livro primícias poéticas (2009), ilustrado pela artista plástica Iara Abreu e apresentado na quinta edição da Exposição Aspectos Urbanos (2009), em Minas Gerais.

da lapela de octavio roggiero neto às 7:09 AM | 2 poetas-leitores


sábado, março 06, 2010

janelando


trabalho de parto
sempre por desentranhar
poemas do vago*

escrevo sobre o peitoril
de minha moldura noturna
o meu canto predileto

hesito, vaga-lume de idéias
piscando em tempos espaçados

lerdeza pueril esta
de nunca querer parar
de me concentrar no à toa

já beira acontecer
qualquer coisa que nem sei
desconfio que nada

só quem janela serenos
sabe do olor das estrelas



Prêmio recebido pelo poema janelando:

Prêmio Literário Cidade Poesia – 2009
Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Bragança Paulista
41º lugar
Distinção conferida: Participação em antologia.


* o verso, em sua origem, era poemas das silhuetas.

da lapela de octavio roggiero neto às 2:58 AM | 3 poetas-leitores


quinta-feira, dezembro 31, 2009

na vidraça do tempo


hoje me vejo parecido
comigo dos tempos de antes
aquele menino me sorri
ele ainda não morri
andava apenas esquecido
por aquis distantes

observo então distraído
bem lá ao fundo a paisagem
que passa: relances infindos...

e na vidraça do tempo
um rosto de reminiscências
sorrindo sorrindo sorrindo

entretido, nele me espelho
e me narciso
neste menino que sorri
meu sorriso
.
.
Prêmios recebidos pelo poema na vidraça do tempo:

Prêmio FEUC de Literatura – 2009 – Rio de Janeiro/RJ
Fundação Educacional Unificada Campograndense, no Rio de Janeiro
Finalista do concurso – categoria Outros Estados
.
5º Concurso Nacional de Poesias Prêmio Elisa Lucinda – 2009
Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Colatina/ES
Menção honrosa
Distinção conferida: Participação em antologia.

da lapela de octavio roggiero neto às 8:52 AM | 5 poetas-leitores


domingo, dezembro 13, 2009

só o pó

ilustração: Kiki

cansado cansaço de envesgar
e envergar o espinhaço
escorregar no assento, não se firmar
pescoço molenga, vacilante
queixo no peito, boca aberta
cochilada no trem

quanta mas quanta paisagem desperdiçada,
meu Deus!

cansado cansado desta vida
que vai... que vai... que vai...
e não vem

seria apenas a espera do Sábado
que demora a chegar
como uma noiva manhosa
ou um oásis em miragem

(e a vida vai passando assim: passando...)

Tipim está no vagão quase vazio também,
só o pó...

.
Prêmio recebido pelo poema só o pó:

Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia - 2009
Distinção conferida: participação em antologia.

da lapela de octavio roggiero neto às 11:03 AM | 9 poetas-leitores


domingo, dezembro 06, 2009

feliz natal

25 de dezembro ou 25 de março?

da lapela de octavio roggiero neto às 12:17 PM | 14 poetas-leitores