primícias poéticas: noite sem palavras

primícias poéticas


segunda-feira, novembro 28, 2005

noite sem palavras

enquanto todos dormiam,
eu sonhava com você.
escrevia seu nome em meus versos
e, no universo que neles construía,
mostrava calado o que o poeta
se esforçava para dizer;
mas não dizia.


- publicado na antologia Poetas e Prosadores do novo milênio. Editora Nativa, 1º edição, São Paulo, Ano 2000, p. 46.

da lapela de octavio roggiero neto às 7:12 PM

14 Comentários
Blogger naty a agatinha mais gata disse:

oieeeeeeee
nossa o poema eh lindu parabens..
bjus

7:17 PM  
Anonymous pedro pan disse:

, amor em vigília. sonha, sente, ama...
|abraços meus|

11:24 AM  
Blogger Leandro Jardim disse:

Muito bonitinho esse poema, meu caro!

4:01 PM  
Blogger Jéssica disse:

Lendo esse teu lindo texto, lembrei da música "Ouve o silêncio" de Vinícius de Morais.
'Cala
Ouve o silêncio
Ouve o silêncio
Que nos fala tristemente
Desse amor que não podemos ter
Não fala
Fala baixinho
Diz bem de leve um segredo
Um verso de esperança em nosso amor
Não, oh, meu amor!
Canta a beleza de viver!
Saúda o sol e a alegria de amar
Em nossa grande solidão'

Octávio, o silêncio às vezes fala mais do que muitas palavras. Beijo*.*

4:29 PM  
Blogger Jefferson de Souza disse:

Não dizia
mas queria que você soubesse

e te fará saber
um dia...

4:55 PM  
Blogger Nanna disse:

Mas ela sabe o que ele não diz...

Beijos, dear...
:)

9:44 AM  
Blogger Keila Sgobi disse:

Quantos anos não tem este poemeto, hein, Poeta?

Nossa, eu me lembro da primeira vez que o li... 1999?

Acho que estou ficando velha...hehehe

beijos!

11:18 AM  
Blogger Múcio Góes disse:

é qd o nada diz tudo, e mais um pouco.


Carissimo, voltei, e bem antes do esperado.

Abração!

11:57 AM  
Blogger Keila Sgobi disse:

Tem razão, há muitoa coisa naquele poema que está além das palavras.

Assisti a um documentário sobre esta manifestação e a morte de Carlo Giuliani. Isso me tocou demais, por causa de minha vivência libertária.

Eu estou ali. E isso dói. Por eu não estar mais. Pela covardia.

Boa semana!

11:39 PM  
Blogger Jéssica disse:

Dizer algo às vezes é tão difícil, que é melhor sufocar. Por dizer o que penso é que em muitas vezes fiquei na saia justa. Hoje por defesa, me resguardo, segurando pra mim muitas coisas a dizer. Boa semana pra ti. Beijos e mais beijos*.*

11:54 PM  
Anonymous bera disse:

Dizer ou não dizer
Tão importante quanto
ser ou ser
eis a verdadeira questão
ABS!!!!

9:21 AM  
Blogger Rayanne disse:

Talvez porque a flor ande pele
E os nervos correndo raízes sobre o silêncio
Assim o que de elaborado alcança
A pureza da simplicidade, me encanta.

**Estrelas**

9:50 AM  
Blogger Luzzsh disse:

Oi Otávio!.....
Às vezes penso que o esforço para se fazer entender é que atrapalha o bom entendimento....
Universo em verso, milhões e milhões de beijos-estrelas.

4:03 AM  
Blogger Jéssica disse:

Olá, coração, passando pra te beijar (uia)...rs... beijossssssss

7:29 AM  

Postar um comentário

<< Home